No último dia 21 de junho, a Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) deu as boas-vindas ao seu novo diretor-geral, Edvalth Rodrigues Pereira.

Natural do município de São Francisco (Norte de Minas), graduado em Direito, ele é o 22º diretor da instituição, desde sua criação em 1946, e servidor de carreira do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG) desde 1983, onde atuou nas áreas de Logística, Suprimentos e Plantão Administrativo do Hospital Governador Israel Pinheiro (HGIP), o Hospital do IPSEMG, e mais recentemente como vice-presidente do Instituto, uma satisfação e valorização por ser “de casa” e estar atuando diretamente na gestão do órgão.

Sua chegada na Escola coincidiu com a realização do primeiro Seminário Regional de Formação em Saúde Pública e as comemorações dos 71 anos da instituição, que em sua visão foram impactantes. “Foi um impacto positivo em saber que a Escola, mesmo sem direção, estava se movimentando, realizando esse importante encontro e cumprindo sua missão, fruto de compromisso e vontade dos trabalhadores em diversas frentes de atuação”, diz.

Hoje (27), em reunião geral com os trabalhadores da ESP-MG, Edvalth se apresentou formalmente e destacou que é um desafio sair de uma área de atuação e se inserir em outra, mas que conta com o corpo técnico altamente qualificado da Escola para essa transição. “Contem com meu apoio para construirmos e efetivarmos a missão da Escola. Sabemos das inúmeras limitações, mas com disposição e criatividade iremos convocar vontades e manter a ESP-MG como referência em qualificação no Sistema Único de Saúde (SUS), não só em Minas Gerais, como também no Brasil. Sozinho não consigo, por isso conto com todos vocês”, concluiu.

Por Silvia Amancio