De 26 a 30 de novembro, mais uma turma do Curso de Qualificação de Conselheiras e Conselheiros Municipais de Saúde concluiu suas atividades em Belo Horizonte/MG.

O curso é uma parceria da Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG), com o Conselho Estadual de Saúde de Minas Gerais (CES-MG) que visa garantir aos conselheiros, informações que os credenciem para a atuação na defesa e promoção do Sistema Único de Saúde (SUS).

As aulas abordam as competências do conselheiro e dos conselhos municipais, além de apresentar o histórico do SUS e dialogar sobre gestão do orçamento e financiamento da saúde.

Participação social

Para Terezinha Rocha, conselheira municipal de saúde em Santa Luzia (Região Metropolitana de Belo Horizonte), o curso melhorou seu conhecimento sobre o SUS e aumentou sua defesa do sistema. “O SUS é a melhor coisa que o cidadão brasileiro tem. Sou deficiente, cadeirante e é importante estar aqui nesse lugar. O papel do conselheiro não é fiscalizar, pegando no pé do trabalhador nem do gestor, mas colaborar para a melhoria dos serviços”, disse.

A conselheira fala que mesmo não tendo estudado muito, aprendeu que a saúde vem da base e passa para os outros seguimentos. “A elite tem que saber que o Controle Social não é coisa de pobre, de gente ignorante. Nós temos que aprender a levar isso para a grande população, para ela aprender a cobrar. Esse curso tem que alcançar todos os conselheiros”, enfatiza.

Andréa de Paula, que participa de uma Comissão Local de Saúde em Belo Horizonte, destaca que o curso está sendo uma grande oportunidade de aprendizado e contribuição. “É importante termos esse curso para nos informarmos e aplicarmos em nossa comunidade. Moro no barro Céu Azul, pretendo me candidatar como conselheira e o material que estudamos aqui é completo e didático”, diz.

O curso

Desde 2017 o curso está sendo realizado em 16 cidades-polo mineiras, envolvendo 53 docentes que contribuíram para a qualificação de 740 conselheiras e conselheiros de saúde.

No próximo dia 10/12, será realizada em Belo Horizonte, a cerimônia de certificação desses alunos.

Por Sílvia Amâncio (ASCOM/ESP-MG)