A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) iniciou, ontem 12/03, a primeira turma do curso de Especialização Técnica de Nível Médio em Enfermagem em Linha do Cuidado: Doenças Crônicas. A aula inaugural contou com a participação dos novos alunos, equipe da ESP e convidados, para uma roda de conversa sobre a atuação da enfermagem nas doenças crônicas não transmissíveis.

A diretora-geral da ESP-MG, Lenira Maia, fez a abertura oficial do curso desejando sucesso aos alunos e destacando o pioneirismo da ação. "Vocês serão sempre a primeira turma do curso, que entendermos ser fundamental para a atuação dos técnicos no SUS. para enfrentamento das doenças crônicas", disse.

A Roda de Conversa "Discussão e reflexão sobre a Atuação do Técnico de Enfermagem nas Doenças Crônicas Não Transmissíveis" teve a participação das enfermeiras convidadas, Bruna França e Roberta Stancioli, que abordaram temas como a Transição Demográfica e Epidemiológica, cenário e dados atuais sobre as doenças crônicas e atenção domiciliar.

A atividade foi mediada pelo coordenador do curso, João André Tavares, que destacou a importância da qualificação dos Técnicos de Enfermagem na linha do cuidado Doenças Crônicas, para atuação no Sistema Único de Saúde - SUS, a fim de garantir qualidade de vida e de atendimento, bem como a sustentabilidade do sistema. "Nosso foco é a atuação na prevenção, cuidado e também no acesso e continuidade dos tratamentos, ações que evitem que estes usuários possam vir a desenvolver quadros agudos em decorrência das condições crônicas", afirma.

A especialização

O curso tem como objetivo formar "Especialistas Técnicos de Nível Médio em Enfermagem em Linha do Cuidado: Doenças Crônicas", para atuar nas equipes multiprofissionais de unidades básicas de saúde, atenção domiciliar, ambulatorial e hospitalar, de forma humanística e ética, na perspectiva da integralidade da saúde.

A formação de Técnicos de Enfermagem na modalidade de especialização está amparada na Portaria nº 396, de 4 março de 2011, do Ministério da Saúde, que instituiu o Projeto de Formação e Melhoria da Qualidade de Rede de Saúde - QualiSUS-Rede e nas Diretrizes do Ministério da Saúde.

A nova turma conta com alunos dos municípios de Belo Horizonte, Betim, Capim Branco, Contagem, Itaguara, Lagoa Santa e Nova Lima. O curso está organizado em encontros letivos na ESP-MG, concentração e atividades de prática supervisionada nos serviços de saúde.

Por Jean Alves (ASCOM/ESPMG)