A pandemia da covid-19 é um desafio sob todos os aspectos e, sem dúvida, um dos maiores já colocados ao ser humano. Desde o início do ano, o vírus alterou a rotina em todo o mundo. Exigiu novos hábitos, mexeu com as emoções em escala planetária e trouxe para conversas cotidianas e para o noticiário um conjunto de palavras até então pouco utilizadas. São os vocábulos que nos permitem decodificar e entender a pandemia.

Para ajudar a população a entender a doença e seus sintomas, além das medidas usadas na prevenção e no tratamento, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) desenvolveu o Dicionário da Pandemia - acesse aqui.

A ideia é traduzir termos técnicos, especializados, para que sejam compreendidos por todos. "Acreditamos que não basta ter acesso à informação. É preciso entendê-la para utilizá-la da melhor forma. Nossa intenção, ao desenvolver este dicionário, é fornecer aos mineiros todas as ferramentas para que eles se orientem durante a pandemia", aponta o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral.

Especialistas em Saúde da SES-MG destacam: no cenário em que ainda não há vacina para a covid-19, a informação, aliada aos protocolos de prevenção, como higiene constante das mãos com água e sabão, uso de álcool em gel e de máscaras de proteção, além de respeito ao distanciamento social, são as recomendações indicadas para evitar a infecção. E que podem salvar vidas.

Por Jornalismo SES-MG